sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

O bom jornalismo

Hoje, no Jornal Nacional, foi apresentada uma matéria sobre o Mundial de Clubes e as derrotas que o Barcelona já sofreu no Japão para times brasileiros. Um fato que pode ter passado despercebido, mas que na verdade é muito relevante foi o correspondente da TV Globo naquele país ter citado a vitória do Inter como Mundial e a vitória do São Paulo como Intercontinental.

Foi a primeira vez que vi algum profissional desta emissora e da imprensa brasileira como um todo se referir ao antigo torneio assim, com seu verdadeiro nome: Intercontinental e não Mundial, como todo mundo aqui já está cansado de saber.

Mais importante ainda porque a antiga Copa Intercontinental só recebe o nome de Mundial aqui no Brasil. Além disso, lembro de um fato que aconteceu em 2007, na transmissão de Boca Juniors x Milan, onde o locutor Galvão Bueno claramente mentiu para seus telespectadores quando afirmou que a FIFA, a partir daquele momento, tinha passado a reconhecer o Corinthians como campeão mundial, quando na verdade a FIFA tinha emitido uma resolução na qual afirmava reconhecer como campeões mundiais apenas aqueles que venceram torneios organizados por ela e que o Corinthians era o primeiro deles.

Pode parecer bobagem, mas aqui vai o meu reconhecimento ao jornalista Roberto Kovalick, que não tentou enganar seu público repetindo uma mentira contada há tantos anos pela imprensa nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário